O governo Paulo Serra (PSDB) declarou em jornais recentemente que pretende licitar no valor de R$ 4 milhões empresa de software para qualificar a gestão da assistência farmacêutica com contratação de um programa de computador  e do sistema de prontuários que concentrará todas as informações de saúde, clínicas e administrativas do paciente.

Conforme apurou nosso portal, o governo federal já dispõe sem custo para os municípios de programas de computadores gratuitos para gestão da assistência farmacêutica  e do sistema de prontuários.  Um deles é o programa HÓRUS para gestão dos medicamentos e insumos dos componentes da assistência farmacêutica e o Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC), capaz de otimizar o fluxo de atendimento das Unidades Básicas de Saúde (UBS), além coordenar a gestão do cuidado, ambos desenvolvido Ministério da Saúde.

Carregar mais notícias
Carregar mais em Santo André

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Vejam também

Prerrogativas lança “O livro das suspeições”

Do prerrogativas – O Livro das Suspeições reúne 34 artigos originais de juristas e advogad…