A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (26) a medida provisória de 31 de maio que trata da estrutura dos ministérios e, na prática, viabiliza a permanência de Moreira Franco no cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência, o que garante a ele o direito ao foro privilegiado.

Como os deputados aprovaram o texto-base, ainda precisam analisar os destaques, propostas para alterar o conteúdo da MP. Concluída esta fase, a medida seguirá para o Senado.

Carregar mais notícias
Carregar mais em Política

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Vejam também

Bancos pressionam empresas de saúde a aumentar preços para lucrar com a pandemia

Representantes de bancos de investimento têm pressionado as companhias do setor de saúde q…