A suspensão do transporte municipal nas sete cidades da região foi descartada pelos prefeitos. Em assembleia virtual do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, nesta terça-feira (24), foi feito um “acordo de realinhamento” para que os ônibus sejam oferecidos para os profissionais dos serviços essenciais, porém, com a frota reduzida. O prefeito de Rio Grande da Serra e presidente da entidade regional, Gabriel Maranhão (Cidadania), reforçou que a recomendação de ficar em casa segue conforme indicação das autoridades sanitárias.

A partir do dia 29, data em que aconteceria a suspensão, haverá a redução da frota das 200 linhas municipais da região. De segunda à sexta será disponibilizado 50% dos ônibus em horário de pico e nos demais horários o percentual vai cair para 30%. No final de semana, 30% nos horários de pico e 15% nos demais horários. A nova medida seguirá por tempo indeterminado.

“Este acordo foi feito, pois foi salientado que existem empresas de grande importância na região e que precisam deste transporte. Temos o Polo Petroquímico que ajuda a fazer o oxigênio para os hospitais, temos uma empresa de lavagem de tapetes hospitalares em Diadema. Então temos que disponibilizar esse serviço, pois vai ser muito importante”, justificou Maranhão.

O presidente do Consórcio ABC também afirmou que durante a reunião que contou com a participação dos secretários estaduais de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, e de Desenvolvimento Regional, Marcos Vinholi, foi afirmado que também haverá mudanças nas linhas intermunicipais, porém, Maranhão não apresentou os detalhes.

Há duas semanas a frota de ônibus na região já passou por uma redução com percentual estabelecido por cada município. Segundo os dados dos prefeitos, 73% dos usuários já deixaram de utilizar as linhas municipais e seguem a recomendação de ficar em casa durante este período de quarentena.z
As prefeituras serão responsáveis pela fiscalização da redução e também pelas medidas de higiene que devem ser tomadas para que não haja a contaminação.

Dados

Segundo os dados apresentados pelo Consórcio Intermunicipal, o ABC já notificou 30 casos suspeitos do novo coronavírus (covid-19): 11 em São Caetano; 9 em São Bernardo; 7 em Santo André; 1 em Mauá; 1 em Diadema (neste caso a Prefeitura aguarda a contraprova de um segundo caso); e 1 em Ribeirão Pires. São 980 casos suspeitos em investigação e oito óbitos que são investigados.

Informações do Repórter Diário

Carregar mais notícias
Carregar mais em Santo André

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Vejam também

Festival on-line dá oportunidades a pessoas com mais de 50 anos

O Maior Festival de Trabalho e Empreendedorismo 50+ do Brasil Agora online! O MaturiFest e…