Aumento no número de empresas à venda é oportunidade para novos empreendedores

São Paulo, SP 12/1/2021 – Começar é simples, o grande desafio mesmo é se manter firme no mercado.

Mesmo em um ano marcado pela pandemia de Covid-19, operações de compra e venda de empresas aumentaram e despontaram como uma oportunidade para empreendedores.

A pandemia desencadeada pelo novo coronavírus aqueceu um mercado promissor no Brasil e pode ser encarado como uma oportunidade para novos empreendedores. Se há alguns anos o assunto não era tão difundido entre a população, hoje em dia falar sobre empresas à venda é algo comum e cada vez mais debatido no mundo dos negócios.

Mesmo se tratando de uma operação mais complexa do que simplesmente comprar ou vender uma carro, as negociações envolvendo aquisições ou venda de empresas vêm ganhando força no Brasil, e os números provam esse cenário. Em recente levantamento feito pela KPMG, no terceiro trimestre de 2020, o Brasil registrou 348 operações de fusão e aquisição de empresas, um aumento de 53% em relação ao volume de transações registrado no trimestre anterior.

Para Felippe Ferreira, fundador do meuBiZ , especializado em compra e venda de empresas e pontos comerciais, o novo cenário desponta como uma grande chance para quem deseja empreender, pois a oferta de empresas à venda é alta e engloba desde os micros aos grandes empreendimentos. “Somente no meuBiZ, já são mais de 4 mil negócios à venda, número que tende a aumentar ainda mais em 2021”, afirma.

Entre os motivos para o crescimento das operações envolvendo compra e venda de empresas, Felippe destaca o acesso facilitado à internet e ao surgimento de plataformas especializadas nesse tipo de comercialização, aproximando compradores e vendedores e estimulando as negociações.

O especialista, no entanto, faz um alerta aos jovens empreendedores antes de darem o passo derradeiro. “Começar é simples, o grande desafio mesmo é se manter firme no mercado”. Uma recente pesquisa da FIRJAN aponta que mais de 65% dos jovens brasileiros planeja empreender. “Esse dado que revela o grande desejo e, até mesmo, uma característica empreendedora do brasileiro. Por outro lado, é preciso considerar que 60% das empresas no Brasil fecham antes mesmo de completarem 5 anos de vida”, complementa.

Para conseguir se manter em alta no mercado e superar os obstáculos, o especialista recomenda que o empreendedor tenha identificação com o ramo em que pretende atuar e conhecimento sobre o público-alvo. Também entram na lista de orientações a escolha do ponto comercial e a avaliação sobre os motivos que levaram o proprietário atual da empresa a vendê-la.

Ferreira aponta que a venda de uma empresa pode ocorrer por diversas razões. “As grandes companhias, por exemplo, são geralmente vendidas para outras grandes companhias, com o objetivo de gerar valor para ambas. No mercado de micro, pequenas e médias empresas, as razões estão ligadas principalmente aos interesses pessoais de seus proprietários, contrariando o senso comum de que a venda de empresas ocorra somente quando a empresa encontra-se em dificuldades financeiras”.

Avaliando esses pontos, Felippe acredita que o ano de 2021 pode trazer ao empreendedor boas oportunidades para fazer um bom negócio e ter sucesso no mundo do empreendedorismo, entrando para as estatísticas positivas e se destacando no mercado em que atua.

Website: https://meubiz.com.br/

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.