Conceito de sustentabilidade está cada vez mais presente na vida das pessoas

São Paulo -SP 13/12/2021 – O Brasil gera, aproximadamente, 80 milhões de toneladas de lixo por ano, sendo que, desse volume, apenas 4% têm sido reciclados.

O comportamento da sociedade perante a reciclagem sofrerá mudanças por meio da conscientização coletiva.

A destinação correta dos resíduos sólidos tem sido tema de constante debate na gestão ambiental. O principal motivo é o impacto gerado pelo consumo e descarte inadequado no meio ambiente.

A COP 26, Conferência das Nações Unidas Sobre Mudanças Climáticas, também fomentou bastante esse tema, visto que a ideia do evento é a de apresentar planos de corte de emissões de CO2 até 2030. Tanto no Brasil quanto no mundo, o conceito de sustentabilidade está cada vez mais presente na vida das pessoas. “É preciso buscar soluções sustentáveis para que o consumo consciente se torne cada dia mais essencial, como por exemplo a reciclagem do vidro, matéria que movimenta uma parte importante da indústria de bebidas no país”, ressalta Vininha F. Carvalho, editora da Revista Ecotour News & Negócios (www.revistaecotour.news).

A Close the Class Loop, divulgou um dado que mostra que a média de reciclagem de vidro da União Europeia (EU) cresceu 78%, uma taxa recorde. Esse dado mostra que é possível avançar no Brasil, porém, o país ainda se encontra estagnado quando o assunto é reciclagem, por conta da falta de incentivo e investimento.

Segundo o levantamento feito pelo Ipsos, por conta da pandemia, a preocupação da população com o meio ambiente caiu 13% no último ano. Em janeiro de 2020, 69% das pessoas entrevistadas afirmaram ter mudado algum tipo de hábito para contribuir com as questões climáticas. Atualmente, apenas 56% desse número manteve esse hábito. Dentre as condutas aplicadas, a principal é a reciclagem.

“Pensando em questões governamentais e econômicas, o Brasil ainda tem grande necessidade de olhar para pontos graves como evitar o desperdício de comida e economizar água e luz, pois são medidas que vem de encontro com a nossa realidade. Apesar de o lixo já ser tratado como um problema nacional, a reciclagem ainda é vista como um tratamento caro”, declara Rodrigo Clemente.

O Brasil gera, aproximadamente, 80 milhões de toneladas de lixo por ano, sendo que, desse volume, apenas 4% têm sido reciclados, de acordo com a Abrelpe (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais). A pesquisa também aponta que foram desperdiçados 12 milhões de toneladas de produtos recicláveis no ano, deixados em locais inapropriados.

A Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) lançou a versão brasileira do programa Every Can Counts em São Paulo/SP nos dias 4 e 5 de dezembro. Até hoje, o programa Every Can Counts esteve presente em 19 países europeus, e, com a recente entrada do braço brasileiro, torna-se uma campanha verdadeiramente global.

Segundo o Presidente Executivo da Abralatas, Cátilo Cândido, o evento foi o primeiro de muitos outros que virão para o Brasil. Essas campanhas com foco no consumidor são inéditas no país. “Na verdade, o programa Cada Lata Conta/Every Can Counts valoriza as ações individuais, principalmente junto à nova geração de consumidores”.

“Por meio de ações educativas e interativas, este tipo de campanha valoriza e contribui com o desenvolvimento de uma melhor percepção da reciclagem na sociedade, além de provocar discussões sobre temas correlacionados, como consumo consciente, reutilização inteligente e descarte “, finaliza Vininha F. Carvalho.

Website: https://www.revistaecotour.news

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.