Dicas para cortar gastos e evitar o desperdício

São Paulo,SP 20/4/2022 –

Quando não é possível aumentar a renda no curto prazo, o mais correto é cortar alguns gastos para aliviar as despesas.

De acordo com a CNC — Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, até o mês de dezembro de 2021, 76,3% das famílias brasileiras diziam estar endividadas.

Esse foi o maior percentual obtido pela pesquisa desde 2010. Nesse cenário, saber como controlar e cortar gastos é essencial para manter a qualidade de vida, evitar problemas com o nome negativado e, em alguns casos, até garantir uma quantia para reserva ou investimento.

Dicas práticas para cortar gastos e evitar o desperdício

Existem várias maneiras de controlar o fluxo de entrada e saída de dinheiro. Boa parte delas passa por uma simples mudança de comportamento e atenção à rotina de gastos diária.

Rastrear os gastos: para evitar o desperdício de dinheiro é essencial fazer o rastreamento dos gastos. A premissa aqui é simples: quando a pessoa não sabe para onde seu dinheiro está indo, pode acabar gastando em coisas dispensáveis. Sendo assim, o primeiro passo é anotar todas as despesas – por menores que elas sejam.

Fazer um orçamento: criar um orçamento para limitar os gastos financeiros é uma excelente forma para evitar que as finanças sejam afetadas. Uma das técnicas de orçamento mais simples e usadas é a regra de 50-30-20, que deixa 50% do orçamento para despesas fixas, 30% para eventualidade e 20% para investimentos, reserva e lazer. Esse método pode funcionar bem para pessoas que desejam uma abordagem mais geral sobre a aplicação do seu dinheiro.

Usar a regra das 24h para as compras: o objetivo dessa regra é evitar gastar dinheiro em compras que são desnecessárias. Além disso, ela aumenta a probabilidade de o indivíduo comprar somente aquilo que está precisando. Para aplicá-la, basta aguardar 24h para comprar o produto. Esse tempo é útil para a reflexão sobre valer a pena ou não o gasto. Também é possível usar essa regra de outras maneiras. Por exemplo, esperar 24h sempre que o produto desejado custar mais de 100 reais.

Cortar serviços não usados: não é difícil encontrar pessoas cobradas todos os meses por serviços de assinatura que nunca usam. Revisar e cancelar parte dessas assinaturas pode ser uma excelente forma de economizar.

Dias para gastar: a melhor maneira de cortar gastos e evitar o desperdício de dinheiro é, simplesmente, não comprando nada. Uma boa maneira de fazer isso é definindo dias no decorrer do mês para realizar as compras. A ideia é simples: quando a pessoa tem um dia específico para comprar, ela vai passar todos os outros dias do mês sem fazer dívidas.

Cortar gastos é muito importante para manter as contas em dia. Atrasos no pagamento delas podem fazer com que a vida financeira da pessoa entre em uma situação crítica que pode levar até a negativação de seu nome.

O Bullla é uma comunidade financeira para pessoas que precisam de ajuda extra para equilibrar as finanças.

Mais informações em https://www.bullla.com.br/

Website: https://www.bullla.com.br/

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.