Conest 2021 discute impacto da pandemia na produção e logística de EPIs

Londrina, PR 11/11/2021 – É um congresso tradicional que reúne engenheiros, técnicos de segurança e outros profissionais. É uma oportunidade de qualificação, capacitação e network

Os impactos da pandemia na aquisição e logística de distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) serão debatidos durante o Congresso Nacional de Engenharia e Segurança do Trabalho (Conest) 2021, evento que será realizado entre os dias 24 e 26 de novembro. O evento híbrido acontecerá em Londrina, no Norte do Paraná, com sede na Villa Planalto, localizada na avenida Tiradentes, 6429, próximo ao Parque Ney Braga.

Atualmente, o Brasil produz cerca de 50 milhões de máscaras PFF2 mensalmente, segundo dados da Associação Nacional da Indústria de Material de Segurança e Proteção ao Trabalho (Animaseg). Esse número é quase quatro vezes maior que o produzido em março de 2020; na época, eram 14 milhões de máscaras mensais. A capacidade de produção também se deve ao aumento na quantidade de empresas brasileiras certificadas para a fabricação desse tipo de máscara. No começo da pandemia eram 28; agora são 77.

Os impactos da pandemia na aquisição e logística de distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) serão debatidos durante o Congresso Nacional de Engenharia e Segurança do Trabalho (Conest) 2021, evento que será realizado entre os dias 24 e 26 de novembro. O evento híbrido acontecerá em Londrina, no Norte do Paraná, com sede na Villa Planalto, localizada na avenida Tiradentes, 6429, próximo ao Parque Ney Braga. A organização é da Associação Nacional de Engenharia de Segurança do Trabalho (Anest), da Associação de Engenheiros de Segurança do Trabalho (Asengest) e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR).

Raul Casanova, engenheiro eletrônico e diretor-executivo da Animaseg, abordará o assunto em um painel expositivo. Ele conta que as regiões Norte e Nordeste do Brasil foram as mais afetadas com a falta de EPIs logo nos primeiros meses de pandemia. “Houve um problema logístico muito grande. Outro problema que enfrentamos foi o abuso de preços diante da situação alarmante. Máscaras que custavam R$ 4 passaram a ser vendidas por R$ 60, no varejo. O ponto positivo de toda essa situação de crise foi a reação dos empresários, que investiram na ampliação da linha de produção e buscaram autorização junto aos órgãos regulamentadores”, argumenta.

O painel de Raul Casanova será exposto no dia 25 de novembro, das 8h às 10h15. No mesmo horário também estarão o engenheiro de segurança do trabalho, professor e escritor Pedro Rosas, falando sobre “Como superar os desafios as NR-18” e o engenheiro civil e mestre em trabalho, saúde e ambiente, Rubens Patruni, em “As principais mudanças da NR-18”.

Outro tema bastante esperado pelos participantes é “O panorama da segurança e saúde do trabalhador no cenário pós-pandemia”. Na mesa redonda, debaterão o tema convidados de renome internacional como o professor Doutor em Higiene, Saúde e Segurança do Trabalho Pedro Carrana, de Portugal; o Engenheiro eletrotécnico e especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho, João Carvalho, de Cabo Verde; o presidente do Conselho Geral de Profissionais de Segurança e Saúde do Trabalho da Espanha e o Engenheiro Mecânico Victoriano Anguis Terrazas, do México.  

Inscrições

O 23º Congresso Nacional de Engenharia de Segurança Pública continua com inscrições abertas. Os interessados podem optar por quatro modalidades: presencial (palestra magna, painéis e minicursos); virtual opção 1: (palestra magna e painéis); virtual opção 2: (minicursos) e virtual opção 3: (palestra magna, painéis e minicursos). “O Conest é um congresso muito tradicional que reúne profissionais engenheiros, técnicos de segurança, enfermeiros do trabalho, ergonomistas, advogados e outros. É uma oportunidade única de fazer contatos com profissionais de outros lugares do Brasil e do exterior. Os palestrantes internacionais são professores que podem ajudar muitos colegas engenheiros que pretendem ingressar numa pós-graduação e trabalhar em outro país”, explica o engenheiro agrônomo e de segurança do trabalho Benvenuto Gonçalves, presidente da Anest.

As inscrições promocionais vão até o dia 22 de novembro e podem ser feitas pelo link https://www.conest2021.com.br/inscricoes/ . Os ingressos também estarão disponíveis para quem quiser adquiri-los no dia do evento.

Ao todo, serão dez painéis, seis minicursos, uma conferência magna e um espaço amplo para exposição de trabalhos científicos e empresas parceiras.  O patrocínio é do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea (Mutua).

Serviço:

O quê: 23º Congresso Nacional de Engenharia de Segurança do Trabalho

Onde: Villa Planalto, Avenida Tiradentes, 6429, Londrina

Quando: De 24 a 26 de novembro de 2021

Mais informações: https://www.conest2021.com.br/

Website: https://www.conest2021.com.br/

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.