Plataforma CotaCompras recebe aporte e mira crescimento

Nas grandes cidades existem diversos distribuidores, atacadistas, e até fornecedores da indústria que vendem diretamente aos bares, restaurantes e varejo em geral. Além de diversos fornecedores, existem centenas, ou até milhares, de marcas, similares, de insumos que podem ser substituídas com mesmo rendimento, apresentação, sabor, resultado, e com custos melhores. É neste momento que entra o CotaCompras.com.br.

A plataforma, que nasceu de investimentos dos próprios fundadores, recebeu neste mês de fevereiro de 2022, uma nova rodada de captação anjo, que permitirá almejar novos ares.

Segundo Marcio Blak, um dos idealizadores do projeto, “Quando operava meus restaurantes de fast-food, nossos gerentes ficavam horas fazendo o que chamávamos de ‘Excel de Guardanapo’, ligando para diversos fornecedores e anotando num papel. Isto era importante, mas bem improdutivo.”

Marcio completa, “Grande parte do sucesso do varejo, ou do food service, é um bom controle do chamado CMV”, ou seja, explica Blak, “o custo das mercadorias vendidas, que estão diretamente ligados ao custo de cada insumo que compõe aquela venda”.

E como o CotaCompras auxilia o empreendedor nesta busca pelo sucesso e rentabilidade?

“A plataforma CotaCompras, não é um e-commerce tradicional!”, explica Blak. “Diferente de algumas soluções no mercado, que dizem que auxiliam na cotação, mas no fundo são mais uma loja virtual, nós deixamos a liberdade na mão do gestor, de cotar, de forma eletrônica, com seus próprios fornecedores”.

Esta liberdade traz vantagem para o empreendedor, uma vez que, de fato, ele não fica preso apenas aos fornecedores que o e-commerce negociou, e com o CotaCompras, agiliza o envio e recebimento das cotações através de um sistema próprio em que o seu vendedor, que já lhe atende, pode responder, diretamente pelo próprio celular através de uma conexão simples a internet. O empreendedor acompanha todo movimento das cotações, através de uma grade onde, através de sua inteligência interna, já aponta seus vencedores, e mais, permite, dali mesmo, transformar a cotação vencedora em ordens de compras aos fornecedores.

Blak conclui: “se você é um grupo de lojas um pouco maior, ainda pode contar com o sistema de requisições, com e sem aprovação, e a compra centralizada, com ordens de compras individualizadas. É uma ferramenta adequada a empreendedores do varejo em geral, pequenos e médios lojistas, que querem melhorar sua gestão e operações de compra, de forma fácil e ágil”.

Comentários estão fechados.