A prefeitura de Santo André formalizou  o pedido de ampliação do serviço na cidade ao secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo, Floriano Pesaro

Segundo informações da prefeitura, a ideia seria  estudar a instalação de mais um restaurante no município, porém descentralizado, projetando que ele seja na região da Vila Luzita, onde há disponibilidade de  prédios públicos municipais e onde reside grande parte dos usuários deste serviço.

Em 2018, o Estado vai priorizar as cidades que não possuem este projeto, a prefeitura projeta essa melhoria e ampliação para 2019 ou 2020”. De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo, Floriano Pesaro, “a instalação de uma unidade custa em torno de R$ 1 milhão, enquanto o custeio mensal gira em torno de R$ 100 mil”.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.